April 18 2013

Jeniffer Elaina da Silva

Central Telefônica | Pabx.org



Uma central telefônica nada mais é do que o equipamento utilizado para realizar as ligações. Porém, além de realizar as ligações, possui outras funções como o atendimento, o alerta, envio de informação, processamento de informações e etc.

Tudo vai depender muito do modelo escolhido, mas como a evolução ao longo dos anos é grande, os aparelhos tendem a ter cada vez mais funções e facilitar mais o dia a dia de quem precisa usar uma central telefônica.

História da central telefônica

Para entender melhor como funcionam as centrais telefônicas atualmente você precisa conhecer como é sua história e acompanhar a evolução.

O primeiro sistema que podia ligar duas pessoas, como no caso do telefone, foi criado em 1879 pelos irmãos Tomas e Daniel Connelly com Thomas J. McTighe. Foi assim que a primeira central telefônica ativada foi em Paris, no mesmo ano.

Depois, disso, D. Pedro II já autorizou a instalação da companhia Telephonica do Brasil na cidade do Rio de Janeiro, em 15 de novembro de 1879.

Já no ano de 1884, Ezra Gilliland, empresário da Bell, criou um sistema parecido com os irmãos Connely e Mctighe, mas que podia ter até 15 linhas. Havia ainda um contato metálico que pulava quando o usuário clicava em um botão, mas que nem chegou a ser utilizado na prática.

Foi em 1889 que Almon Brown Strowger, agente funerário, fez um sistema que funcionava automaticamente e em 1922 foi inaugurada a primeira central automática no Brasil, em Porto Alegre; depois a segunda foi no Rio Grande do Sul somente após três anos e, em 1928, a de São Paulo, seguida pelo Rio de Janeiro no ano seguinte.

Motorista

PABX. UM GRANDE AVANÇO NA COMUNICAÇÃO DA SUA EMPRESA!

Faça uma cotação online e compare as melhores opções de centrais Pabx para a sua empresa.

Qual é a quantidade de ramais que a sua empresa necessita?

Evolução ao longo dos anos

As primeiras centrais telefônicas automáticas eram eletromecânicas e eram chamadas de Passo-a-passo. Depois vieram as Cross Bar, que eram as “barras cruzadas”, mas ainda eletromecânicas. Depois dos anos 70 que chegaram as centrais digitais, chamadas de CPA (Central de Programa Armazenado).

A CPA é uma central telefônica que tem um programa com funções de comunicação e controle com recursos adicionais também como a identificação de chamadas, bloqueio de ligações a cobrar, etc.

Além da CPA, existem as CCC (Centrais de Comutação Celular), que são usadas na rede de celulares.

Os modelos atuais de centrais telefônicas são diversos e as mais conhecidas no mercado são: central telefônica Intelbras, central telefônica Panasonic, central telefônica Siemens e central telefônica Alcatel e são mais conhecidas como PABX.

Para escolher o seu modelo de central telefônica é preciso sempre levar em conta quantas linhas irá precisar, quantos são os funcionários da empresa que precisarão de um ramal (há empresas que optam por um ramal único por sala e outras em um ramal por pessoa), se haverá necessidade de um identificador de chamadas, se está pensando em expandir mais o negócio futuramente para que não tenha que trocar a central depois e quantas pessoas cuidarão desta central telefônica PABX.

A melhor forma de ter esta informação é contratando uma empresa que pode dar a consultoria necessária e ajudar a otimizar ainda mais sua central telefônica.

Sobre o autor: Jeniffer Elaina da Silva

Jeniffer Elaina trabalha como Editora freelancer, tendo mais de três anos de experiência em escrita e revisão de artigos para web. É formada em Marketing com pós-graduação em Administração de Empresas na FGV Bauru. Sua maior paixão é poder compartilhar conhecimentos e aprender um pouco mais a cada dia.


Discussão

Ademir August 15, 2013 at 1:47 am

Olá Jeniffer,

Gostei do seu artigo. Talvez fosse legal iniciá-lo dando crédito a Graham Bell.
Faltou também distinguir os dois tipos básicos de uso destes mecanismos, ou seja, a Central Pública (como as que cita, em POA, R. Gde e SP) usadas pelas Cias. que prestam serviços com a venda de tráfego telefônico e a Central Privada (aquelas tradicionalmente usadas por empresas), aí sim o famoso PABX. Este último, na aplicação privada, foi precedido pelo PBX, onde:
PBX= Private Branch Exchange (Central de Comutação Manual)
PABX= Private Automatic Branch Exchange (Central de Comutação Automática)
A cadeia de evolução tecnológica de comutação segue a seguinte linha: Mecânica (passo-a-passo), Eletromecânica (Crossbar), Eletrônica CPA), Digital (CPA-T) e IP (Internet Protocol). Atualmente já existe os sistema de comutação IP, baseados em Servidores de TI comuns, que dispensam hardwares específicos, são os chamados SoftSwitches.
Uma CCC (Central de Comutação Celular), nada mais é que uma Central Pública, que tem os sinais transmitidos via rádio em vez de cabos e fios.
Os tradicionais fabricantes de Centrais Públicas são multinacionais e os mais conhecidos e utilizadas no Brasil são: Siemens, Ericsson, NEC, amplamente usadas nas Cias. de telefonia fixa. Na Telefonia móvel, se destacam a Samsung, Motorola e Huawai.
Na fabricação de PABX, as multinacionais famosas são: Siemens, Aastra, NEC, Alcatel, Lucent, Avaya, Nortel, Panasonic, Cisco entre outras. As brasileiras mais famosas são: A Intelbras e a Leucotron, ainda muito distantes das estrangeiras no que tange a tecnologia.
Bom, trata-se de um assunto muito vasto, por isso não tome meu comentário como crítica e sim como interação e complemento da sua pesquisa.

Parabéns!!

Abraço,

Ademir Drigla
Nice Solutions Ltda
Certified Reseller NEC Latin América S.A.
Salvador – BA

Postar um comentário

Os comentários estão encerrados.